Engenharia Química UFPR

História breve

O curso da Universidade Federal do Paraná é antigo e se estruturou desde o surgimento do curso de Química Industrial da Faculdade de Engenharia do Paraná (1924), porém só foi transformado realmente em Engenharia Química (1954) após 1953, quando a Escola superior de Química tornou-se parte da UFPR. Com a inauguração do Centro Politécnico e das Usinas-Piloto em 72, nosso curso teve muito a ganhar e se desenvolveu aparentemente de uma forma muito boa. Tristemente, a situação mudou e há muitas coisas que devem ser modificadas urgentemente.

Situação Atual

Atualmente o curso conta com 108 (54/semestre) vagas disponíveis a cada ano e aproximadamente 600/700 estudantes no total, que são representados dentro da universidade pelo DAEQ (Diretório Acadêmico de Engenharia Química, um dos mais antigos da universidade), e você deve cobrá-los para uma maior representatividade! Além disso há o Grupo PET e a EJEQ – Empresa Júnior de Engenharia Química, que neste ano completará 18 anos de atividade. As disciplinas da grade curricular estão, na medida do possível, muito bem organizadas durante os semestres. Infelizmente há alguns pontos de estudo que poderiam ser mais abordados, além de existirem disciplinas de outros departamentos (química essencialmente) que poderiam ter mais utilidade..

Em crescimento

No vestibular 2011, a relação novamente subiu, para 9,99 candidatos/vaga.

A procura por este curso pelos estudantes de ensino médio tem crescido em decorrência da boa prospecção e desenvolvimento de atividades econômicas na área petroquímica, principalmente devido à empresa brasileira Petrobras, além da importante característica de que o curso é muito amplo e permite muitas possibilidades de trabalho. Aqui tem uma reportagem da TV UFPR sobre o curso de Engenharia Química, com participação de vários alunos e professores, mas não se engane: nem tudo são flores!

Uma boa curiosidade, referente ao crescimento da economia e o consequente crescimento da procura do curso é a prospecção das 15 maiores empresas da américa latina (conforme revista AméricaEconomia Julho/2010). Destas 15, 7 são da área Petróleo/gás 1 da área siderurgia/Metalurgia, 1 da área Agroindústria, 1 da área de mineração as quais, de uma forma ou de outra o Eng. Químico pode atuar. Além disso a procura de engenheiros com boa formação na área administrativa cresce e tem sido valorizada.

As notas de corte no vestibular para a primeira fase para os cursos de engenharia no processo 2009/2010, e elas mostram facilmente que nosso curso possui, na medida do possível bons candidatos, só perdendo para biotec (menos vagas, mais concorrido..pessoal mais desesperado). Isso serve mais para o vestibulando, pois quando o calouro entra na universidade, pode virar tudo de cabeça pro ar.

Engenharia Ambiental – MT 36 70
Engenharia Cartográfica – MT 28 59
Engenharia Civil – MT 38 70
Engenharia da Produção – MT 34 69
Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia – MT 46 68
Engenharia Elétrica (Eletron.,Eletrotec.,Telecom.) – MT 35 70
Engenharia Elétrica (Ênfase em Sistemas Eletrônicos Embarcados) – N 32 64
Engenharia Florestal – MT 30 58
Engenharia Industrial Madeireira – MT 23 48
Engenharia Industrial Madeireira – N 26 49
Engenharia Mecânica – MT 40 68
Engenharia Mecânica – N 33 68
Engenharia Química – MT 40 69

O Curso

O currículo totaliza 4090h de carga horária, sendo 60h de disciplina de humanidades obrigatória, 40 de atividades formativas (fala-se mais em pontos neste caso: palestras, mini-cursos, disciplinas eletivas, visitas técnicas e outras atividades como monitoria, PET, EJEQ contam com pontuação neste caso). Do restante, 420h são de disciplinas optativas e 3570 de obrigatórias, mas você pode sim fazer mais optativas. Tudo isso compilado em 10 semestres (5anos) de total alucinação. Ok, brincadeira.. Mesmo assim alguns são realmente difíceis.

1º Período, A ilusão.

É normal falarem que é fácil, que é quando você não está muito para o estudo e está se adaptando à vida universitária ou que é um semestre meio perdido. Tudo bem, pegue tudo que falam e jogue no lixo, pois é raro alguém falar algo útil sobre o primeiro semestre. De qualquer forma, não importa como seja seu primeiro semestre, simplesmente não estrague com ele.

Eu digo não estrague pois, querendo ou não, ele é o mais importante de todos. É ele  quem vai dizer se você vai conseguir alcançar alguns objetivos dentro da universidade e é ele que tem o dever de te ensinar o mínimo de habilidades necessárias para sobrevida durante o resto do curso (claro que os outros sequentes também, mas ele que falará mais alto).

Uma coisa que não deve ser esquecida quando se entra dentro da universidade se você, calouro, é uma pessoa normal, mas estudiosa: Estude sim, bastante. O bastante para perceber que estudar não é tudo, e que você precisa se conectar com o cotidiano e fazer coisas para crescer mental, social e profissionalmente. Explicando… você tem que estudar e realmente deve se esforçar para entender as disciplinas de Cálculo I, Introdução à Engenharia Química, Programação, GA…mas deve junto de tudo isso deve buscar alternativas para relaxar e fazer o que gosta e o que quer. Além disso o primeiro semestre é um dos mais recomendados para um reconhecimento de onde você está pisando. Todos entram, começam as aulas e esquecem que estão em uma UNIVERSIDADE. Tem tanta coisa pra se descobrir nela, tantas atividades interessantes e outras coisas relacionadas à ela: Conheça seu novo mundo, de verdade.

Com relação à disciplinas, você vai fazer 8 e TODAS SÃO IMPORTANTES e NÃO DEVEM SER NEGLIGENCIADAS.

  • Cálculo I: Estude mesmo, compre um livro e vá que dá. Alguns professores te atrasam e atrapalham, mas tente entender o que ele realmente quer que você saiba para a prova (e passar depois eheh), mas procure entender sempre tudo. Não falte.
  • Introdução à EQ: Aprenda bem e pesquise sites e coisas curiosas e interessantes sobre eq, talvez você se empolgue mais. É uma disciplina que deve ser bem estudada, mas os cálculos são fáceis e é na interpretação deles que fica a dificuldade.
  • Programação: É dela que você vai precisar muito quando estiver desesperado mais pra frente do curso na frente de um problema gigantesco de op, termo ou sei lá qualquer outra matéria. Ou seja, começe a se familiarizar com a linguagem de programação. Provavelmente não é a que você vai usar no futuro, mas a lógica será a mesma. Portanto, não protele. Pratique em casa no seu pc e procure os monitores que estão lá pra te ajudar. Essa disciplina assusta uma galera, mas não é o que parece.
  • GA: sem muitos detalhes, varia de professor pra professor. Mas procure entender tudo, óbvio.
  • Introdução à Química I: Famoso índio. Não tem segredo, faça o que ele fala e estude tudo e faça as listas e tudo mais. A correção dele é difícil, mas não fique se assustando com a masturbação mental do pessoal mais velho.
  • Introdução à Química Experimental: nada de mais.
  • GD: Falam que é inútil, mas visão espacial é o que será desenvolvido nessa disciplina. É legal, algo de novo que você não viu parecido até agora, se não fez nada além do colégio tradicional. Tem gente que não gostava e até hoje não entende alguns desenhos de professores! hahaha
  • Ciência e Engenharia dos Materiais: É uma disciplina importante, cujos conhecimentos básicos e características dos materiais devem ser sempre lembradas. Não deixe de estudar. Ouvi dizer que o Mário, professor que dá esta disciplina está cobrando um pouquinho mais. Na minha época era uma piada, mas eu fico triste por ter estudado sem muita noção do que era.

2° Período, O susto

Ok, depois da sobrevida vem a percepção de que você pode (ou não) dar conta do recado, dependendo da sua capacidade de compreender as estranhas situações de sua vida acadêmica, além dos professores, exigências e trabalhos que virão. A partir daí você vai mostrar mais vontade de continuar na parada. Talvez seja este semestre que para muitos é o primeiro, depois de não ter conseguido seguir minha pequena dica de não estragar tudo de primeira. Mas não tema: tudo se resolverá.

O segundo semestre, na minha vivência, pode ser chamado de frustração total. Foi nele que percebi a necessidade de se acalmar e não agarrar tudo que pode.Esse “[..] tudo que pode.”  inclui participar de inúmeras coisas como projetos de extensão, EJEQ, PET, DAEQ (com seriedade, espero), idiomas, esportes.. eu disse para conhecer e realizar outras atividades legais, só que é importante uma rápida reflexão das consequências de se fazer tudo de legal. Não pense muito, mas reflita sobre seu tempo e suas prioridades.

Me sentia impotente frente às provas e milhares de tarefas e estudos a serem realizados. Parecia que eu não tinha nascido pra dar conta, porém por felicidade e insistência tentei manter a estabilidade psicológica e fiquei sempre próximo dos eixos. Frustração total pois gostaria de fazer tudo, gostaria de participar de atividades acadêmicas importantes, de tirar boas notas, de me aprimorar profissionalmente, de ser eu mesmo, de fazer camisetas, jogar rpg, ouvir música, tocar violão.. ops aí ja se foram as minhas 168 horas semanais!!! Ao final desse semestre a sua mente deve estar direcionada ao seu objetivo de forma generalizada, sem medo de fazer qualquer modificação num futuro próximo.

8 é um numero que vai te perseguir, novamente 8 Disciplinas, e são elas:

  • Desenho Técnico: Uma continuação contextualizada (dependendo do professor) de GD. Aqui provavelmente você poderá se deparar com mais algumas especificações de desenho e normas técnicas, mas também com algum pequeno projeto com noção de desenho técnico, afinal… este é o nome da disciplina. Era pra ser uma disciplina em que você pusesse mais mão na massa para realizar algum desenho industrial, seja de uma peça, de uma casa… qualquer coisa. Triste que dependerá muito do professor.
  • Física I: Não foge da física do ensino médio com a presença de conceitos de cálculo, incluindo umas novas abordagens. A disciplina costumava ser unificada (acho que é ainda), e às vezes você pega um professor ruim e acaba se perdendo. De qualquer forma, abuse do Solution do Livro-Texto e faça tudo bonitinho, nem sempre é necessário acompanhar as aulas, mas é bom não faltar, pois são flashes das aulas que me salvaram em algumas provas.
  • Métodos Numéricos: Lógica de algoritmos e programação voltam a bombar. Talvez uma das disciplinas que você mais vai ficar feliz caso você não se esqueça mais tarde, pois serão os métodos numéricos que farão sua vida mais rápida no futuro. Preciso falar pra entender bem e estudar? Tudo bem.. vááários professores fazem sempre pequenas revisões desse assunto depois, pois eles sabem que a maioria não levou a sério quando precisava levar…
  • Álgebra Linear: A mãe de GA, se posso chamar assim… ou a GA nua e crua, sem enfeites e contextualizações. Eu achei difícil e até agora entendo pouco. gostei quando fiz porém a professora me dava sono e eu estava sempre meio cansado.. resumindo… tive que me matar pra entender em pouco tempo para depois esquecer. É por isso que estudar um pouco periodicamente será sempre melhor que estudar 2315horas em um dia somente.
  • Cálculo II: uma das melhores disciplinas que tive, tanto pelo tema como pelo professor. Adorei. Funções com mais de uma variável e representações tridimensionais de derivadas, derivadas parciais e tudomais… E interessante! hehe
  • Introdução à Química II: idem Introdução à Química I, se vc for fazer com o índio. Se não, não é nada de mais, entretanto procure saber as generalidades.
  • Química Inorgânica fundamental:  Disciplina difícil e com assuntos nebulosos e novos. Não deixe de dar atenção especial à ela, mesmo não sendo muito importante para o futuro existem temas que só são vistos nesta disciplina. Não os deixe escaparem.
  • Integração I: Uma versão beta do sofrimento que você vai ter nos próximos 4,5 semestres.

3º Período: A percepção

Talvez seja aqui que os primeiros sintomas de uma patologia precoce de mal base de estudos começem a ser percebidos. É isso mesmo, você vai ver que eu não falei besteira, a base vai te dizer realmente se a sua passagem pela universidade vai ser tranquila ou um total desespero. Os semestres são independentes, sim… mas a aprendizagem tem que ser levada adiante. Este semestre só tem 1 disciplina plena do curso: Termodinâmica. Há também métodos I, disciplina dada pelo nosso departamento, mas não chega a ser específica do curso. De modo geral, este semestre é legal e será um dos poucos cuja carga horária te permite estudar bastante e ao mesmo tempo fazer várias atividades extras (25h/semana).

Sobre as disciplinas:

  • Termodinâmica Aplicada I: A mãe da engenharia química, posso dizer da natureza. É ela que te diz sobre as condições e características das espécies e leis que tornam possíveis os processos e fenômenos num aspecto universal. Resumindo, não importa o professor a necessidade de aprender e compreender é o único jeito de continuar muito bem no curso.
  • Métodos Matemáticos Aplicados à EQ I: Resolver equações diferenciais por métodos analíticos. Lendo isso parece que você não vai usar. Espera mais um pouco e faz FEN II, HOMOGÊNEOS e outras disciplinas pra ver o que é bom. A engenharia química não pode trabalhar só com descrição de fenômenos a partir de equações algébricas e funções multivariáveis simples, portanto a complexidade de diversos casos remete às equações diferenciais. O mínimo deve ser retido no cérebro, qualquer coisa a mais vai te ajudar com certeza, mas dependendo da rota… você poderá não ser prejudicado.
  • Estatística II: Não fazemos a I pois ela é específica para o curso de estatística. Uma das disciplinas mais multidisciplinares e aplicável a tudo. Muitos estudos futuros e sucesso em diversas disciplinas experimentais pode depender de um bom conhecimento de estatística. É uma discplina muito legal e empolgante, mesmo com um professor ruim. Você pode compreender e analisar tendências de dados e ter em mãos uma super ferramente que te ajudará muito em breve.
  • Física Experimental I: Disciplina legal, com provas difíceis e o pessoal toca um terror absurdo. Mas estudando e entendendo bem o que você fez na pratica e sabendo calcular o que você precisa a partir dos dados coletados, você vai ter sucesso. Considero uma disciplina adicional, de lambuja pra compreender melhor alguns fenômenos.
  • Química Orgânica Fundamental: Discplina Interessante e legal, porém não me lembro muito dela, pois era dada com muita enfase na decoreba. Seria melhor se o objetivo fosse compreender por que, conforme estabilidade, condições e estruturas dos compostos, as reações ocorrem. Se você faz com a Sônia, estude muito!
  • Física II:  Legal, e interessante. Estude que vai te ajudar, conhecimento nunca é inútil.
  • Humanidades: Eu fiz sociologia e meu professor foi excelente, tive um desempenho legal pois sempre gostei de discutir e pensar sobre fenômenos de aspecto social, mas pode ser um saco também. O professor vai mostrar isso….

4º Período: Acho que está tudo bem…

Este período é considerado por muitos o pior em aspectos psicológicos e físicos. Traz um grande desgaste em razão das disciplinas com muitos relatórios e da carga horária mais polpuda do curso. O negócio é tentar evitar desgastes desnecessários para que sua cabeça mantenha-se estável durante todo o semestre. As disciplinas não são difíceis e não devem trazer tantos problemas, porém como sempre a dedicação sempre te dará a vantagem. Dependendo de como foram seus semestres anteriores, é nesse semestre que você pode tentar abrir mais seus horizontes: Fazer esportes, sair com a galera, voltar a fazer o que gosta mais por um pouco mais de tempo. É engraçado, em momentos de aperto que muitas vezes é normal você até achar mais tempo para fazer algumas coisas. Você passa a otimizar seu tempo.

10 disciplinas agora

Física III, Física Experimental II,Físico-Química Experimental I, Processos Químicos, Integração II, Fenômenos de Transporte I, Fenômenos de Transporte Experimental I, Físico-Química IV, Química Orgânica Experimental, Métodos Matemáticos Aplicados à Engenharia Química II.

 

8 Respostas para “Engenharia Química UFPR

  1. Oi, Leandro!

    Gostei bastante do texto e dos comentários sobre as disciplinas do curso..haha. Dicas interessantes para os calouros. E essa coisa de estudar sem se desconectar da realidade e tentar ao máximo explorar o novo universo é bem real…
    Aguardo o relato sobre o segundo período!
    (mas entendo que você deve ter bem mais coisas a fazer do que escrever aqui, então esperarei “com calma”..haha)

  2. Gustavo

    Está ficando muito bom. Estou no terceiro período agora, vou ficar de olho aqui para saber quando sair as dicas.

  3. Vechio

    Boooa Leandro!!! Massa mesmo teu blog!

  4. Lelo Mattos

    “Introdução à Química Experimental: nada de mais.”

    Isso me lembra histórias. aeuhaeuaehuae

  5. Eduardo

    Muito bacana saber um pouco do curso. Vou tentar no final desse ano o curso, e achei bom procurar um pouco sobre o curso. Espero não fazer burrada logo nos primeiros períodos =P

  6. Nayara

    Nossa,fantástico! Saber como funciona o curso por meio de um aluno é mto bom, pq as informações que temos em sites das universidades são bem resumidas e confusas. Adorei mesmo!

  7. Adriana Azevedo

    Parabéns ! Você foi muito feliz ao organizar estas informações tão precisas a todos que desejam ingressar no curso. Gostaria porém de um pouco mais, já sou aluna do curso de engenharia química mas ando um pouco frustrada, o nível de reprovações nos conteúdos são muito altos e também a evasão dos alunos é enorme. O curso aqui é muito voltado para pesquisas e isto tem causado um desgaste grande dos estudantes. Esta também é a realidade ai no Paraná ? Agradeço sua atenção

  8. Gostei muito, estou saindo do ensino médio esse ano, e quero muito esse curso, sempre gostei muito do assunto, muiot obrigado pelas dicas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s