Alguns pensamentos

Tem sido muito difícil arcar com as consequências de não apreciar tanto as condições limitadas em que estou, mas estar de certa forma impossibilitado de mudar a situação imediatamente. Eu gostaria que muitos de meus camaradas pudessem ler este pequeno conto e ofereco-lhes como uma pequena forma de mostrar que eu ainda estou vivo e quero continuar na luta. Um pouco da ideia do texto é transmitir quão forte é o ambiente em que vivemos e que este nos puxa muitas vezes para onde queremos, nos puxa para esquecer que é preciso continuar na luta para mudar as condições a que a sociedade é submetida…

Dias pelas Noites

Doze horas de trabalho, vinte e quatro horas de descanso é o ritmo de trabalho de um grupo de operadores de um complexo petroquímico na China. Tal qual cita o ritmo, estes realizam suas atividades; Ajustam pressões, temperaturas e vazões, operam reatores e outros equipamentos complexos muitas vezes com dificuldade em compreendê-los, abrem e fecham válvulas e mudam o controles da planta e coletam informações da produção. Tudo isso dedicado ao serviço de manter a produção maximizada. Em momentos de operação estável, pude conversar com estes formidáveis trabalhadores e trabalhadoras que fazem muito mesmo trocando o dia pela noite a cada dia. – Este trabalho é muito ruim, tenho um salário baixíssimo e só recebo críticas a cada troca de turno, até mesmo quando tudo está bem. Ainda por cima, não tenho tempo de cuidar e aproveitar minha pequena filha e estar com minha família e amigos. Hoje mesmo (feriado na China) estou aqui pois não há férias e minha esposa e filha viajarão com meu pai para uma cidade vizinha. Mentalmente, não pude deixar de concordar e dizer “É, camarada. Você não está sozinho.” Insisti e disse: – É, precisamos arranjar formas de mudar as condições em que vivemos, não será seu patrão que as mudará.

Em uma das semanas seguintes, produzíamos as primeiras 70 toneladas de produto de uma nova planta, felizes por não ter passado grandes dificuldades, mas com um cansaço e corpo abatidos. Afinal, continuando a trocar noites pelos dias.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s