Agora é música

Nessas férias tive tempo pra tudo. Obviamente perdi uns bons dias procurando músicas e bandas novas (ou velhas) que não costumava ouvir muito. Nesse quesito posso também confirmar que a Rádio Lumen FM de Curitiba e a Itapema FM de Joinville colaboraram muito com isso, tendo as características suficientes para me suprir de muitas recomendações interessantes.

Fora do círculo das rádios, saiu o novo Album do Radiohead, The King Of Limbs, cujas músicas recorreram maravilhosamente ao ótimo ambiente de Kid A, só que com muito mais força eletrônica, que tem se acentuado desde o In Rainbows (Coisa do Thom Yorke). Mas o seguinte, isso são só minhas constatações. Já o ouvi umas 10 vezes e posso dizer que o Radiohead tem tendência a nunca decepcionar os fãs e críticos, realmente muito bom.

Outra descoberta foi Florence + The Machine, grupo que, pelo que eu pesquisei fez parte da trilha sonora de Eclipse (Gostaria de não informar isso, porém é uma constatação tão engraçada que vale a pena saber). Ao contrário da maioria, os descobri entrando no site da Laundry, uma loja de SP muito interessante. A Vanessa Rozan fez uns trabalhos lá e foi por isso que descobri haha. Eles tocaram no Grammy e foram muito bem “propagandeados”, pois ganharam como Artista Revelação. To errado? Corrijam-me, por favor. Essa mulher é muito doida hahaha. Esse album deles, Between Two Lungs, é excelente. Gostei muito de Girl With One Eye, Heavy In Your Arms (Aquela do Eclipse😦 ), Dog Days Are Over, I’m Not Calling You a Liar… Todas praticamente haha. QUASE esqueci de citar: no Last.fm, a tag mais legal deles é “too good for a fucking twilight sequel” hahahahah. Toda vibe desse grupo me lembra muito Rilo Kiley e a Florence Welch parece muito a Jenny Lewis, mas a última é muito mais bonita!

Depois disso chega a hora de The Smiths. Super conhecida e extremamente interessante! Eu não sei por que raios eu ainda não tinha baixado a discografia deles, pois as músicas deles só costumo ouvir nas rádios… Acho que deu uma preguiça de pegar que finalmente surtei e baixei. Sorte minha.

Não pesquisei muito mais pois estive entretido com outras atividades, qualquer coisa muito interessante eu posso comentar mais tarde. Pra quem tem o tempo faltando, pegue e baixe o The Smiths: Best I e II que já tem uma boa seleção, mesmo tendo muitas que não emplacaram e são também muito boas.

Outro que desde o Natal tem me seduzido é o Chico. Heheh, o Buarque! Peguei o Construção e mais daquelas 3 seleções famosas (Perfil, Millenium e Focus), vou pegar outros originais para acompanhar também a ordem cronológica do cara. Sempre gostei, mas era também daqueles que eu nunca tinha baixado albums. Algo que devo ressaltar é que esse cara é realmente um gênio.Não acredito muito nas preferências musicais de uma pessoa que não goste do Chico, justamente por que a junção da letra e melodia compostas por ele é extremamente forte, algo realmente fora do comum. Entendo aqueles que tem preferências por certo tipo de rótulo, porém Chico Buarque não tem rótulo, só o de Música Brasileira. hahah.

Tem muito mais… Só que é bom guardar para posteriores tempos.

Abraço!

Deixe um comentário

Arquivado em Aleatória, Música, Pensamentos Relevantes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s