Tutorial DIY – Stencil

Há tempos pretendia fazer isso, pois os tutoriais que vi ensinaram de jeitos diferentes. Esse jeito que vou ensinar ou só orientar a ser feito é o mais lógico, seguro e eficiente quando se fala em stencil. Se você não sabe o que é stencil ou estêncil vai descobrir já já e quem sabe vai ficar com vontade de fazer um desenho pra pintar uma camiseta, ou pra decorar um painel, que seja.

(Da wikipedia, não faz mal) Um estêncil (do inglês stencil) é um desenho ou ilustração que representa um número, letra, símbolo tipográfico ou qualquer outra forma ou imagem figurativa ou abstrata, que possa ser delineada por corte ou perfuração em papel, papelão, metal ou outros materiais. O estêncil obtido é usado para imprimir imagens sobre inúmeras superfícies, do cimento ao tecido de uma roupa.

Coloquei o tutorial no Flickr e espero que ajude. Sempre é bom economizar dinheiro.

1- E para você fazer um estêncil, primeiro você precisa escolher uma imagem. De início sugiro uma coisa simples, óbvio, sem muitas curvas e detalhes, como por exemplo uma estrela, letras em caixa alta, etc… a imagem que vou utilizar para este tutorial é a capa de um cd do De-Phazz: Days of twang. Vou cortar só as letras, se ficarem curiosos coloco no meu flickr o restante.

Depois de escolher a imagem, caso ela seja muito detalhada ou colorida, trate-a. Eu não sou designer nem possuo tanta habilidade em ferramentas de edição de imagens, então me viro com Inkscape, Paint e GIMP. Para o meu caso, transformei em bmp monocromático que achei q ficou uma representação boa, afinal não quero mudar todas as características da capa do álbum.

Depois disso você imprime do tamanho que quiser e passa para a próxima etapa.

2 – Materiais e métodos.

Onde você vai fazer o estencil? em papelão? papel craft? outro papel? Folhas de Transparência? Chapas de Raio-x, tomografia? Eu recomendo essencialmente papel craft e mais ainda chapas de tomografia e raio-x se vc n encontrar tomografia. A que eu uso é de uma máquina de tomografia KODAK dryview (a melhor q usei até hoje). Agora, é um empenho encontrar e se vc for usar as usadas, vai ter que usar de técnicas insalubres para tirar a tinta e conseguir ver o que você quer cortar. (Banho com água sanitária é o que eu costumava fazer para raio-x, para tomografia isso não funciona.. pelo menos em curto período de molho)

Ok, tendo isso você precisa escolher uma ferramenta cortante, minha recomendação é um estilete de 1,99 dos pequenos, que facilitam o manuseio e não provocam tantos calos. Além disso, estes estiletes são ótimos, estáveis e baratos, sem contar que dão uma habilidade incrível para cortes detalhados quando você pega o jeito. Não aconselho que você compre aquela famosa caixinha de lâminas que têm por aí. Elas não são boas para cortes em chapas de rx e tomo, mas pode facilitar o corte em papel, mesmo assim são muito bruscas, você pode cometer erros facilmente e também são muito frágeis, não se pode aplicar muita força para corte.

Depois da chapa e do estilete vêm o método de pintura. Para o caso de camisetas são usados pedaços de esponjas e pinçéis de cabeça chata (você vai ve-los depois). Começei com pinçéis e uso agora também esponja. Depende do tecido e da textura que prentendo ter ao final do trabalho.

Outros materiais importantes são fita adesiva, fita crepe, cola de bastão ou cola branca (só em caso extremo, q vc n achou a de bastão por aí) e óbviamente tinta pra tecido.

3 – Agora é a hora de agir! Pegue seu projeto coloque-o embaixo da chapa e corte os excessos da chapa. Caso você não tenha muito material, use sempre uma margem de 3cm aproximadamente para os limites da figura cortada.

Beleza, fixe com fita crepe e mande ver. SEMPRE COLOQUE uma revista velha, um pedaço de papelão ou qualquer coisa para protejer a sua mesa e sua toalha, não queira esquecer. Já fizeram isso com minha mesa quando estava ensinando, não foi divertido.Não esqueça das famosas pontes, e se você não está acostumado a fazê-las em cima da hora, prepare a imagem e já imprima com as pontes para não haber perigo de esquecer. Era isso que eu fazia no início. Pontes são os pedaços que vc tem que manter para segurar “buracos” no seu desenho, como por exemplo o da letra D, como exemplo a seguir. Uma dica também boa, sempre procure fazer mais de uma ponte para a mesma ilha, pois em casos desastrosos.. quando você corta sem querer uma ponte, pode garantir ainda a sustentação com a outra. Outra hora eu faço um tutorial para consertar pontes sem ter que fazer um estêncil novo.

Ok, depois de todo o empenho fica pronto. e passamos para a próxima etapa.

4 – Depois da parte mais demorada e principal, temos a parte que deve ser mais cautelosa. É quando você escolhe o local onde vai ser pintado o estêncil, e quando você garante que não vai provocar nenhum vazamento durante o processo de pintura. Eu costumo usar a regrinha dos 4 dedos, na gola e nas laterais que vão aos braços. Os quatro dedos se referem ao distanciamento que  você deve deixar. Uma coisa, meus dedos são grandes, então use 4 ou 5 se sua mão é muito pequena. Muito perto da gola ou muito longe faz com que a estampa não fique esteticamente boa.Não se esqueça de protejer o outro lado da camiseta colocando um papelãozinho dentro, pra tinta não passar.

tendo escolhido o lugar, marque com fita crepe e pegue a cola de bastão para garantir que quando você for pintar não passe pra dentro a tinta. Ou seja, inverta sua matriz e passe cola desse lado, para quando você colocar na camiseta ficar bem fixada e novamente, pra evitar a passagem da tinta.

Ok, agora você escolhe a cor pega o pincel e manda ver. Detalhes para uma boa pintura, segure o pincel verticalmente (retinho) e pressione com força razoável a àrea que se deseja pintar, para algumas cores ou dependendo da quantidade de tinta que se coloca nos pinceis é necessário passar 2 a 3 vezes no mesmo lugar, na gora de pintar em lugares difíceis incline o pincel para que as cerdas entrem mais fácil na “fenda” ou qualquer lugar que seja. Caso o tecido for escuro e você deseja pintar com outra cor que não seja branco, cuidado: muitas vezes há necessidade de se pintar em branco antes para que a cor que você quer apareça. Um bom exemplo é pintar de vermelho uma camiseta preta, não adianta encher de tinta que vai ficar horrível.

hahahahhahaha

Detalhe, parece que eu fiz caca, mas era a intenção. Com o tempo você pode começar a perceber algumas coisas que podem ficar legais. Acho que é isso, a última coisa que você faz é tirar a matriz com cuidado para não arrancar nenhuma parte da folha, e acredite, isso acontece bastante mesmo tomando cuidado se você usar muita cola. Sempre tente tirar a folha na direção em que há maior quantidade de pontes no meu caso tirei da esquerda pra direita tendendo um pouco pra baixo pra não prejudicar a parte com letra corrida.

Talvez eu fará um detalhamento maior em alguns casos e mostrarei outros estênceis que fiz, mas de primeira é isso. Realmente acho que foi um dos melhores tutoriais entre os que têm por aí.Outras dúvidas é só fazer um comentário que ficarei feliz.. opine sobre o tutorial que também vou ficar feliz.

Abraços,

DIY.

6 Comentários

Arquivado em Arte, DIY

6 Respostas para “Tutorial DIY – Stencil

  1. Pingback: Tweets that mention Tutorial DIY – Stencil « Tempo que falta -- Topsy.com

  2. como tiro a impressão de chapas de tomografia?

    • nunca consegui tirar a impressão de chapas de tomografia com muito sucesso, o que eu fiz mesmo foi raspar com lixa ou qualquer outra coisa … tentei usar também o hipoclorito (água sanitária) para tirar, mas não adiantou. caso ache uma boa idéia, nunca é tããão ruim assim colocar o desenho na parte de cima da chapa… vc corta o papel mas se fizer direitinho não tem tanto problema assim!🙂

      qualquer coisa só dar um toque novamente, gostaria de ver se ficou bom!

      até!

  3. Lécea

    Desbota quando lava?

    • las

      Dependendo da força que você aplicou durante a pintura e a quantidade de tinta que você utilizou, sim. Por exemplo, se você usou pouca tinta e usou pouca força, desbotará mais fácil. se usou pouca tinta porém aplicou com força, desbotará será um pouco mais difícil. Se você usou bastante tinta e aplicou com pouca força fará uma camada grossa de tinta e não desbotará, mas com o tempo a pintura irá “rachar” e se usar muita força não desbotará fácil e não fará camada grossa.

      Depende do estilo que você quer da camiseta também. Por exemplo fiz uma com camada grossa de tinta que se fosse de outra forma não ficaria boa, e outras que usei pouca tinta e apliquei fracamente para ficar um pouco desbotado.

  4. Lécea

    E com spray, desbota? Qual a melhor forma para pintar sem desbotar? Tem alguma marca de tinta específica? Obrigada!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s