Rap francês, alemão e …. só.

Gehirn Uni KarlsruheRitmo e poesia: Letras mais elaboradas (por vezes fracas e toscas, mas não deixam de ser mais elaboradas), e uma evolução do canto que acompanha o arranjo de uma forma muito peculiar .  O RAP dentro de seu nome traz um grande numero de variações, as quais são princpipalmente regionais e contextuais (isso é realmente interessante). Regionais justamente devido ao fato de que o idioma é um dos maiores divisores de padrões do rap (isso é o que eu acho). A sonoridade da língua é que permite ou não aproximações à fala comum ou o sumiço de sílabas e o uso extremo de gírias, hehe. Ah e a região também pode influenciar bastanet nos instrumentos utilizados para definir e melodia e a ‘beat’. No quesito contextual, os rappers  também pela região, otpam por tratar de temas diferentes de formas mais refinadas ou não.  Vocês observarão isso quando eu disser que os franceses (mais famosos) costumam utilizar muito o piano com traços do antigo calssicismo musical, e terem letras mais poéticas.. enquanto os alemães curtem uns traços dos 80 90, também o piano e tentam se aproximar do rap estadunidense. E o nosso rap tem letras fortes, chulas e com muita crítica e realidade (as vezes exagerada e distorcida) .SchloB Karlsruhe

É importante dizer que, ao final de tudo, todos as regiões e contextos se encontramos raps de todos idiomas. Fato esse que é totalmente previsível mas se eu me atrevo, acho que o rap é muito mais rico que qualquer dos multi-gêneros de rock. Mesmo sendo o rap mais um único estilo com suas pecularidades intrínsecas, pois não há indie rap, rap alternativo, rap indusrial, rap nu …. ahhahahahah.

Uns caras que me chamaram atenção que que gostaria de mostrar é o francês Le Grand Corps Malade. Não dá pra comentar, o melhor é ouvir mesmo. Ouçam tbm Je viens de là e Saint Denis.

Dentre os alemães um dos mais famosos é o Clueso, que em seu último album colocou um pézinho no pop eheh

do seu primeiro album

olha a diferença, mas continua massa!

ouça tbm Gib mit mut, sag mir wo, e todas do último album dele “gewinner”. Tem (eu to ligado que não tem mais acento, mas há outras coisas que não sei na mudança ortográfica) tantas outras que poderia mostrar. Putz, essa minha cabeça não para!

Outra coisa que me prende nesses momentos de ócio e peguiça de férias extendidas é a sede por joguinhos divertidos de Nintendo 64, Super Nintendo, Nintendo Wii e PC. Estava pensando em extender o post e falar sobrea série de games TOP GEAR, porém repensei e deixarei pra depois. Só quero comentar sobre o Kongregate.com , um site de games em Flash extremamente viciante. Isso também por que você cria uma conta e vai aumentando o nível do seu usuário conforme vai conseguindo completar Badges dos milhares de jogos existentes no site. hahahaha Prato cheio pra quem não tem nada pra fazer!

A última coisa que gostaria de comentar é: Fê, eu estou com saudades pra cacete de ti. Não precisa voltar logo por que estar aí onde estás deve ser muito massa.Sei lá, hehehe cuide-se.

agradecimento:  http://www.flickr.com/photos/giewor/3245275712/ (1º foto)

2ª foto: esqueci, mas coloquei Karlsruhe no flickr pra procurar.

—————-
Now playing: Grand Corps Malade – 4 Saisons
via FoxyTunes

Deixe um comentário

Arquivado em Aleatória, Games, Música

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s